Nos Bastidores do Blog

Minha foto
Rosangela Enéas é publicitária, especialista em docência no ensino superior, escritora ghost writer e master coach. Como empreendedora responsável pela Unicórnio Autorias de Pensamento, vem ao longo de aproximados dezoito anos, mantendo o foco em Marketing de Conteúdo utilizando técnicas de Coaching como base metodológica para prestar serviços dentro de suas competências.

14/12/2018

TCC: Organização é Palavra Chave

TCC: Organização é Palavra Chave

A palavra “metodologia” deriva da palavra “método” e assim, planejara sua organização sob essa ótica, é decidir sobre qual ou quais métodos práticos (laboratórios, pesquisa de campo, outros) e/ou teóricos (bibliografias impressas ou eletrônicas), deverão ser utilizados para elaborar a sua ideia. 

Lembre-se de fazer da Internet, uma aliada da sua inteligência e não um empecilho que, possa desperdiçar o seu planejamento de tempo, como por exemplo, frequentar sites sociais, chats, joguinhos ou mesmo para acessar a sua própria caixa de e-mails, quando estiver seguindo o seu próprio cronograma metodológico.

Para fazer seus fichamentos, por exemplo, proponho que comece a criar organizadamente a sua própria biblioteca pessoal e, para tanto, eis as dicas:

  1. Reserve um armário (ou prateleiras) de tamanho médio. As primeiras obras mínimas que nela deverão constar serão dois bons dicionários: um da língua portuguesa e outro da língua estrangeira (inglês e/ou espanhol);
  2. Adquira em sebos (além de serem mais em conta, neles se encontram obras que já não se encontram facilmente em circulação), livros e revistas básicas e relativas à ciência na qual você está pesquisando. Catalogue essa prateleira como, “Primeira Categoria para Consultas”. Será a partir dessas primeiras obras, que você irá desenvolver os vários textos indicados pelo seu orientador.
  3. Disponha em nova prateleira, os livros e textos didáticos que você utilizou, incluindo entre eles, pesquisas de outros especialistas da sua área. Para catalogar essa (s) prateleiras, um exemplo: “Segunda Categoria para Consultas”.
  4. Nas demais prateleiras que, proponho serem catalogadas de acordo com o tipo de pesquisa desejada, acrescente outros conteúdos que tenham a ver com o seu interesse – importante! – e os utilize como motivação, para conseguir traçar e lançar as linhas principais da sua autoria de pensamento.
Mais sobre organização e planejamento de trabalhos científicos? Clique aqui!