Nos Bastidores do Blog

Minha foto
Rosangela Enéas é Publicitária, Professora Especialista em Docência no Ensino Superior, Escritora Ghost Writer e Master Coach. Empreende ao longo de aproximados dezenove anos, com foco em Marketing de Conteúdo utilizando o Coaching como base metodológica em suas prestações de serviço.

27/02/2019

Resumo: Concordância Nominal (Parte 1)

Resumo: Concordância Nominal

São sinônimos de "concordância": "[...] concertação, conciliação, acordo, avença, concórdia, conformidade, congraçamento, consonância, entendimento, harmonia, harmonização, uniformidade." - Disponível em: <https://www.sinonimos.com.br/concordancia/>. Acesso em 25.fev.2019.

Sendo assim, podemos definir a concordância nominal, como qualquer dos sinônimos citados em relação ao nome. Mas, você saberia dizer o que será propriamente um nome?

Para obter essa resposta, iremos mais uma vez recorrer ao dicionário de sinônimos para encontrar outros sentidos para a palavra "nome": "[...] designação, nome, título, alcunha, apelido, cognome, epíteto." 

Acredito que agora tenha ficado mais fácil você concluir que concordância nominal, nada mais será do que observar em uma frase, se o(s) substantivo(s) e o(s) adjetivo(s) nela presente, estarão harmonizados entre si.

Para haver tal harmonia, será preciso que sempre concordem em gênero (masculino/feminino) e em número (singular/plural) ou, em outras palavras, quando um estiver no plural/singular, o outro também deverá estar e, quando um estiver no feminino/masculino, o outro também deverá estar. Simples assim!

Por outro lado, o que não será tão "simples assim", serão as dezessete regras - isso mesmo, dezessete! - para substantivos compostos que proponho, sejam decoradas, caso você tenha pouca prática de leitura. 

A falta de leitura em momentos assim deve ser vista do lado positivo, ou seja, lembrar que esse mesmo exercício poderá funcionar como um "atalho" que irá minimizar essa carência para que  assim, funcione como um aditivo capaz de fazer com que você escreva ainda melhor!

Comecemos com cinco regras de concordância nominal relativas aos substantivos compostos. As demais, serão compartilhadas no nosso próximo post, a título de organização para um melhor entendimento, okay?!

Acompanhe: 

Regra 1: Um dos substantivos no masculino -> adjetivo no masculino e no plural.
Exemplo: "Eu tenho livros e manuscritos antigos."

Regra 2: Substantivos e adjetivos de mesmo gênero e número -> complemento no mesmo gênero e no plural.
Exemplo: "As anotações e a costumeira atenção são necessárias."

Regra 3: Os predicativos sempre deverão concordar com o sujeito da oração.
Exemplo: "As donzelas eram formosas."

Regra 4: Ocorrência de diferentes gêneros -> adjetivo no masculino e no plural.
Exemplo: "Paulo e Beatriz estavam emocionados."

Regra 5: Ocorrência de pronomes de tratamento -> concordância de acordo com o gênero da pessoa a quem estaremos nos referindo (se um homem ou, se uma mulher).
Exemplo: "Vossa Senhoria foi atencioso." / "Vossa Senhoria foi atenciosa."

Continue este aprendizado por aqui com conteúdo disponível a partir de 27 de fevereiro!

Bons escritos e até lá!     

Nenhum comentário:

Postar um comentário