Nos Bastidores do Blog

Minha foto
Rosangela Enéas é Publicitária, Professora Especialista em Docência no Ensino Superior, Escritora Ghost Writer e Master Coach. Empreende ao longo de aproximados dezenove anos, com foco em Marketing de Conteúdo utilizando o Coaching como base metodológica em suas prestações de serviço.

01/03/2019

Resumo: Concordância Verbal (Parte 1)

Resumo: Concordância Verbal
Em posts anteriores, conferimos o significado de concordância mas, caso você tenha perdido esse resumo, clique aqui para que consiga entender melhor a concordância verbal ;)

Acreditando que você já tenha então apreendido o sentido de concordância, para este estudo restará compartilhar a informação de que a concordância verbal, será a sintonia entre verbo e sujeito de uma oração.

Assim, para que possamos escrever corretamente uma oração, precisaremos primeiramente lembrar da regra de transitividade (utilidade dentro do tempo verbal, para que a oração fique no sentido correto) que, é a seguinte:

VI (Verbo Intransitivo) -> Não precisa de complemento.
VTD (Verbo Transitivo Direto) -> Utiliza o complemento OD (Objeto direto).
VTI (Verbo Transitivo Indireto) -> Utiliza o complemento OI (Objeto indireto).
VTDI (Verbo Transitivo Direto e Indireto) -> Utiliza ambos os complementos OD e OI.

Pausa: Lembre-se que, para saber se um verbo é transitivo ou intransitivo você deverá questionar o verbo para que, ao mesmo tempo que faz essa descoberta, consiga também encontrar o sujeito para analisar se há ou não uma concordância entre eles.
Por exemplo: "Organizaram-se em pequenos grupos."
Pergunta: "Quem organizaram-se?" Resposta: Eles. -> Eles se organizaram em pequenos grupos.
Como "quem organiza, organiza em algum lugar" -> precisa de complemento -> preposição "em" -> pequenos grupos = OI -> VTI.

Por exemplo: "Ouviu-se murmúrios no corredor."
Pergunta: "O que ouviu-se?" Resposta: Murmúrios. -> Ouviu-se murmúrios. -> oração com sentido completo -> murmúrios no corredor = OD -> VTD.
 
A partir do exposto, anote a seguinte dica:

Os VTD ou VTDI -> sempre deverão estar no plural   e  os VTI ou VI -> sempre deverão estar no singular.

Assim como fizemos em concordância nominal, você precisará conferir - e decorar! - algumas regras de concordância verbal, para que não tenha mais dificuldades com esse assunto; seja em seus escritos ou em algum exame que pretenda prestar.

Faremos isso em nosso próximo post, disponível a partir do dia 04/03. Não perca!

Bons escritos e até lá ;)  

Nenhum comentário:

Postar um comentário